Evento corporativo: o que é e como criar interações reais com o público

Por IOXtream 05/07/2024

O evento corporativo é estratégia organizada por empresas para promover networking, treinamento, lançamentos de produtos ou celebração de conquistas. Essa é uma ação fundamental para fortalecer relacionamentos internos e externos, além de facilitar oportunidades de crescimento e aprendizado para os participantes.

Da live de vendas a palestras físicas, um evento corporativo é muito importante para empresas que querem se consolidar como referências dentro do seu segmento. Independentemente do objetivo da sua marca, existe um formato — com as tecnologias certas — para gerar resultados positivos. 

Segundo o relatório Allied Market Research, esse é um mercado com projeção de crescimento de 10% ao ano entre 2023 e 2032, quando é esperado que o setor movimente mais de 1 trilhão de dólares. A mesma pesquisa mostra que, até 2022, os eventos físicos eram dominantes, mas as novas tecnologias mudaram esse cenário, dando espaço. 

O que acha, então, de preparar a sua marca e criar o seu próximo evento corporativo seguindo as principais tendências do mercado? Continue a leitura e confira!

O que é um evento corporativo?


Um evento corporativo é uma atividade planejada e organizada por uma empresa com o intuito de promover a interação entre colaboradores, clientes, parceiros e outros stakeholders. 

Nos últimos anos, esse formato se tornou comum também na versão digital. Mas, além dessa variação, eles podem acontecer com diferentes formatos de dinâmicas e até mesmo propósitos. O mais importante é conseguir alcançar o objetivo de duas partes e proporcionar uma experiência que agregue valor para todos.

Veja também: Gamificação corporativa: como engajar seu público interno

Quais são os tipos de eventos corporativos?

Como falamos, existem diferentes formatos que podem ser adotados por uma companhia.

Seminários

Essas são reuniões de menor porte com foco em um tema específico, onde especialistas compartilham conhecimentos e discutem tendências dentro do seu setor. A ideia é reforçar a credibilidade e a reputação como uma das referências naquele assunto. 

Workshops

Como o nome indica, o objetivo de um workshop é colocar os participantes em um lugar de aprendizado. Um cenário muito comum é quando empresas convidam seus líderes para sessões práticas e interativas explicando sobre novas habilidades, conceitos e questões técnicas em suas funções.

Conferências

Agora estamos falando da reunião de várias pessoas e marcas para falarem sobre um tema relevante em uma indústria. Uma conferência anual de inovação, como o Web Summit ou SXSW, são os exemplos clássicos. Se trata, portanto, de algo muito maior e complexo.

Lançamentos de produtos

Com a necessidade de inovar para se relacionar com clientes e consumidores em potencial, nesse modelo é possível apresentar novas soluções que a companhia está disponibilizando para o mercado de forma interativa.

Feiras e exposições

Uma espécie de híbrido dos dois tópicos anteriores, as feiras e exposições costumam atrair quem quer expor seus produtos e serviços, além de promover networking. Uma diferença é que costuma reunir profissionais bastante segmentados de um mesmo nicho.

Team building

Com o aumento da preocupação pela criação de culturas fortes nas equipes, os team building têm se tornado muito populares, sempre com a intenção de fortalecer as relações e melhorar a colaboração entre os membros de um mesmo time.

Qual é o objetivo de um evento corporativo?

Além da variação nos formatos, é importante entender exatamente qual é a sua meta ao criar essa dinâmica:

  • Engajamento de colaboradores: aumentar a motivação e o sentimento de pertencimento entre os funcionários;
  • Networking: facilitar a criação de conexões entre profissionais do mesmo setor;
  • Educação e treinamento: atualizar e capacitar com novas habilidades e conhecimentos;
  • Promoção da marca: fortalecer a imagem da empresa e aumentar sua visibilidade;
  • Lançamento de produtos: apresentar novos produtos ou serviços ao público.

Como fazer um evento corporativo?


Você precisa ter em mente que um evento corporativo dá trabalho e, por isso, é necessário passar por algumas etapas de planejamento: 

  • Definição de objetivos: identifique claramente o propósito e os resultados esperados;
  • Escolha do local: selecione um local adequado ao tipo e tamanho do evento, valendo o mesmo para a versão online, como a plataforma em que ele acontecerá, como YouTube, Twitch ou outro canal;
  • Criação do cronograma: planeje um cronograma detalhado com todas as atividades e ações;
  • Divulgação e convites: utilize canais de comunicação eficazes para convidar e atrair participantes;
  • Infraestrutura e tecnologia: garanta que todas as necessidades tecnológicas e de infraestrutura sejam atendidas.

Quais as vantagens do evento corporativo?

Continua se perguntando por que investir nessa estratégia? Sem problemas, aqui estão algumas das principais vantagens:

  • Fortalecimento da cultura organizacional: promovem a integração e o alinhamento entre colaboradores;
  • Aumento da visibilidade da marca: melhora a percepção na área de atuação;
  • Oportunidade de networking: facilita a criação de novas parcerias e negócios;
  • Capacitação e desenvolvimento: proporciona treinamentos e atualizações importantes para a equipe.

5 tendências para eventos corporativos

Apesar dos diferentes formatos, é importante encontrar maneiras de sair do lugar comum e criar engajamento nos seus eventos. Por isso, separamos algumas tendências para a sua empresa se preparar.

1. Gamificação em espaços físicos

O conceito de gamificação é muito utilizado no mundo digital, mas por que não levar essa ideia para o ambiente físico? Conseguir gamificar experiências em um ponto de vendas (PDV) ou espaço em que clientes em potencial estão pode ser um diferencial competitivo.

O StoreX da IOXtream, por exemplo, coloca esse conceito em prática. Uma solução totalmente customizável que possibilita conectar dispositivos inteligentes a gatilhos de aplicativos. Assim, você consegue fazer muito mais do que a venda dentro da sua loja, também criando uma experiência única de interação e fidelização.

2. Interatividade em stands de eventos

Agora, imaginemos que a sua marca está em uma feira ou exposição do seu setor. São várias empresas concorrentes tentando chamar a atenção de quem está passando pelas ruas do espaço. Como a sua vai se diferenciar? É exatamente esse o objetivo de investir na interatividade em stands

O foco aqui é criar dinâmicas e experiências que fujam apenas daquela entrada mais tímida para retirar um brinde e pronto. Com o EventX, por exemplo, você consegue definir exatamente quais são as diferentes jornadas e pontos de contato entre a sua marca e os leads.

3. Criação de relação única nas vendas online

As vendas online facilitam muito a dinâmica de crescimento do seu negócio, mas podem ser um obstáculo para criar uma relação mais próxima com seus clientes. É por isso que você precisa investir em experiências únicas de live shopping, fazendo com que sua marca consiga criar essa aproximação. 

Com a LiveX, você customiza as vendas no mundo digital. É possível oferecer algo diferente para o público, que não só aproveitará um desconto, mas também participará de toda a dinâmica ao vivo.

4. Personalização das experiências

Outro ponto que não pode ser deixado de lado é a personalização, ou seja, entender exatamente o que o seu público participante quer vivenciar. A partir de dados e informações coletadas anteriormente, você precisa criar dinâmicas que façam sentido para o crescimento do seu negócio.

5. Uso de dados nas decisões

Por fim, é importante não esquecer do papel dos números e dados em toda essa estratégia. Afinal, estamos falando do uso de tecnologia e, por isso, você não pode continuar se baseando em suposições na hora de definir as próximas ações dos seus eventos corporativos. 

O objetivo, portanto, é criar ações que possam gerar informações relevantes, que sejam transformadas em insights. Dessa forma, é possível ter em mente o que funcionou, o que precisa melhorar e detalhes para que os próximos eventos gerem melhores resultados.

Saiba mais: O que é ExperienceTech, como funciona e quais são os benefícios?

Qual a diferença entre um evento corporativo presencial e online?

Uma dúvida muito comum é a diferença entre o formato online e presencial. A realidade é que os dois têm as suas particularidades e, tirando as variações óbvias, algumas características se destacam:

  • Presenciais: proporcionam maior interação face a face e oportunidades de networking mais profundas;
  • Online: oferecem maior flexibilidade e alcance, reduzindo custos logísticos.

No final, os dois são eficazes e o importante é você criar uma dinâmica — física ou online — que torne o seu evento mais interessante para a audiência.

Fazer um evento corporativo é uma estratégia eficiente para engajar os colaboradores, promover a marca ou mesmo estimular o networking. Entender essas tendências e inovações é o primeiro passo para não fazer mais do mesmo e conseguir criar experiências realmente relevantes.

Quer entender como fazer isso no próximo evento da sua marca? Conheça as soluções da IOXtream para a sua empresa e potencialize os resultados!

140 visualizações