PDV interativo: aprenda a criar pontos de interatividade na sua loja física

Por IOXtream 29/05/2024

PDV interativo é um ponto de venda que utiliza tecnologia para engajar os clientes de forma dinâmica e personalizada. Integra recursos como telas touch, QR Codes e dispositivos inteligentes para proporcionar uma experiência de compra mais imersiva e informativa, aumentando a interação e satisfação.

Imagine que você entrou em uma loja para olhar um tênis, achou uma promoção e fez a compra. Até aqui, você pode considerar que essa foi uma experiência boa, certo? 

Mas, se não fosse o preço mais barato, você compraria? Por dúvidas como essa, criar uma jornada única com um PDV interativo pode ser um diferencial para qualquer negócio. 

Ações de interatividade fazem com que o consumidor se encante com a ativação da marca e queira voltar ali não apenas por conta de um desconto ou uma promoção específica. Mas o que você precisa fazer para deixar o seu PDV interativo e aumentar as suas vendas? Continue a leitura e descubra!

O que é e como funciona um PDV interativo?


Um PDV interativo é um ponto de venda que utiliza tecnologias avançadas para engajar, proporcionando uma experiência de compra diferenciada. Com telas touchscreen, quiosques digitais e integração com dispositivos móveis, permite que consumidores explorem produtos utilizando soluções de ExperienceTech.

Desde ações mais simples, como mudanças das cores das luzes quando uma compra é feita ou uma meta é batida, até mesmo dinâmicas de gamificação mais completas, com uma jornada que o cliente precisa passar para ganhar um desconto ou um brinde no final.

Veja mais: Gamificação para eventos: como transformar a experiência dos usuários nos seus eventos

Quais são as vantagens do PDV interativo para o seu negócio?

Mas por que ter um PDV interativo? Aqui estão alguns motivos!

Aumento da eficiência operacional

Implementar interação na sua loja reduz o tempo de espera e otimiza o fluxo. É possível instalar quiosques de autoatendimento, permitindo que os consumidores escaneiem e paguem por seus itens sem depender de ninguém, liberando funcionários para tarefas importantes, como reposição de estoque e atendimento personalizado.

Integração com sistemas de pagamento

Outro ponto positivo é essa solução pode ser integrada com diversos gateways de pagamento, proporcionando transações rápidas e seguras. Lojas de roupas, por exemplo, podem usar dispositivos inteligentes para pagamentos, permitindo que os vendedores finalizem as vendas em qualquer lugar da loja, gerando mais flexibilidade.

Coleta de dados valiosos

Se por um lado a interatividade cria momentos únicos para o consumidor, por outro, ela resulta em informações relevantes para sua marca. Afinal, certas dinâmicas vão capturar dados detalhados sobre o comportamento do consumidor, preferências e feedbacks.

Aumento das vendas e satisfação

Ao criar interação com os produtos e a possibilidade de personalização, qualquer ponto de venda aumenta as suas chances de conversão. Essa abordagem única contribui para uma jornada mais fluida e, ao mesmo tempo, ajuda a fidelizar esses consumidores.

6 dicas para um PDV interativo de sucesso


1. Escolha a tecnologia adequada

A primeira etapa é selecionar a tecnologia adequada e, para isso, você precisa avaliar as necessidades do seu negócio para determinar o que é o ideal para tornar o seu PDV atrativo e eficiente. Utilizar qualquer tecnologia sem propósito não gera os benefícios que listamos acima.

2. Crie dinâmicas de pagamentos

A conexão com sistemas de pagamentos ajudará a criar uma jornada fluida. Assim que uma compra é feita, o cliente pode ser impactado com um SMS com desconto para a próxima ida a loja, enquanto a meta de vendas é atualizada e, se batida, confetes podem ser disparados.

3. Ofereça experiências personalizadas

Personalizar a experiência aumenta o engajamento e você pode utilizar a tecnologia para coletar informações sobre preferências e comportamentos, oferecendo recomendações de produtos personalizadas, criando dinâmicas que sejam realmente relevantes para o perfil do seu público. 

4. Mantenha a dinâmica intuitiva

O grande diferencial da interatividade é criar uma dinâmica intuitiva, no qual o cliente seja autossuficiente no processo de compra. Treine o atendimento para tirar dúvidas, mas pense em gamificações que sejam fáceis de serem compreendidas. 

5. Ofereça suporte e assistência

Especialmente no início, mesmo com a tecnologia, é essencial oferecer suporte e assistência ao público. Tenha funcionários treinados para ajudar na utilização das dinâmicas, garantindo que a interação seja funcional.

6. Colete e analise dados

A ativação não pode acabar com a finalização da compra: o PDV interativo precisa gerar informações que possam ser utilizados para ajustar suas estratégias de marketing, estoque e atendimento. Assim, a análise de dados contribui para decisões mais eficazes, sempre em busca de melhores ações para sua empresa. 

Quais são as tecnologias usadas em um PDV interativo

São várias as tecnologias que podem ser implementadas para criar interações no seu ponto de venda, mas algumas se destacam.

Gamificação

A gamificação envolve o uso de elementos interativos para aumentar o engajamento. Por exemplo, lojas de brinquedos podem implementar quiosques onde as crianças jogam para ganhar descontos ou prêmios.

Essa abordagem não só torna a compra mais divertida, mas também incentiva os clientes a testarem os produtos, aumentando as chances de conversão. Gamificação pode incluir desafios, jogos interativos, recompensas e sistemas de pontos, tornando a relação com a marca mais envolvente.

Integração

A integração de sistemas também é muito importante e funcional. Na prática, significa conectar o PDV com sistemas de gestão de estoque, CRM e gateways de pagamento.

Um supermercado pode fazer uma integração para que os quiosques de autoatendimento atualizem automaticamente o inventário após cada venda, garantindo que os dados de estoque estejam sempre atualizados. Além disso, isso permite personalizar as ofertas e recomendações.

Dispositivos inteligentes

Para criar algo realmente único, os dispositivos inteligentes, como espelhos, telas touchscreen e luzes, podem criar uma dinâmica exclusiva. A ideia é que uma ação específica na loja acabe resultando em alguma ativação, como luzes piscando ou mudança de cores.

O cliente responsável pode ganhar um desconto, chamando a atenção de outros para entender o que está acontecendo. No final, esses dispositivos criam uma maior interatividade e, ao mesmo tempo, facilitam o processo de venda. 

Exemplos de PDV interativos

Algumas empresas já conseguiram colocar essas tecnologias em prática nas suas lojas.

Sephora


A Sephora desenvolveu aplicativos que utilizam realidade aumentada (RA) para mostrar como batons, sombras e outros cosméticos ficam no rosto em tempo real. Assim, além de preservar os seus produtos, é possível ter certeza antes de finalizar a escolha do item.

Nike


Já a Nike criou lojas conceito chamadas de Nike Live, em que os consumidores precisam usar o aplicativo da marca na loja e conseguem liberar vários produtos e ofertas exclusivas. Além disso, a marca consegue coletar dados de comportamento em tempo real e libera funcionalidades de personalização dos seus produtos.

Principais tendências para PDV interativo

Além do que já está sendo colocado em prática, algumas tecnologias precisam ser monitoradas para os próximos anos:

  • Realidade Aumentada: a RA permite visualizar produtos em um ambiente realista antes de comprar. Por exemplo, uma loja de móveis pode usar RA para mostrar como um sofá ficaria na sala de casa, melhorando a tomada de decisão;
  • Realidade Virtual: já a RV oferece experiências imersivas, permitindo explorar produtos em um ambiente virtual. Uma concessionária de automóveis pode usar RV para permitir que os clientes “dirijam” um carro virtualmente, aumentando o engajamento e a satisfação;
  • Inteligência Artificial: tendências em várias áreas e indústrias, a IA pode personalizar a experiência de compra, oferecendo recomendações baseadas no comportamento do público, sugerindo roupas com base no histórico de compras e preferências, por exemplo;
  • Experiências omnichannel: como a Nike fez, a integração de canais online e offline cria uma experiência de compra contínua, liberando benefícios para e, ao mesmo tempo, coletando dados relevantes.

Agora que você já entendeu como o PDV interativo funciona e os benefícios para o seu negócio, o que acha de dar o próximo passo e começar a preparar o seu ponto de venda para uma experiência única? Conheça as soluções da EventX da IOXtream e saiba como tornar suas vendas totalmente interativas!

150 visualizações