O que é um ambiente virtual imersivo? Como funciona e como utilizar esse recurso na sua transmissão

Por IOXtream 27/09/2023

O que é um ambiente virtual imersivo? Esse conceito é uma realidade digital que transporta os usuários para um mundo simulado, oferecendo uma experiência sensorial envolvente e interativa. Geralmente, é alcançado por tecnologias como realidade virtual e realidade aumentada, proporcionando novas formas de entretenimento e colaboração

Se você faz parte da Geração Z, já deve saber o que é um ambiente virtual imersivo. Afinal, este conceito está mudando a dinâmica dos jogos e das lives, tornando-os cada vez mais interessantes. 

Com a evolução dos gráficos e o desenvolvimento de equipamentos de última geração para complementar a experiência, o ambiente simulado ganhou características que o aproximam do real e mexem com nossos sentidos. 

Mas se você ainda tem dúvidas sobre o assunto e quer saber como a experiência imersiva digital pode revolucionar as suas lives, continue lendo este texto. 

Discutiremos o que é um ambiente imersivo, quais sistemas são usados, o que é realidade virtual, como fazer uma live streaming imersiva e muito mais. Vamos lá?

O que é um ambiente virtual imersivo? 

Um ambiente virtual imersivo é aquele capaz de captar os sentidos de uma pessoa para que ela se sinta totalmente envolvida por aquele meio, como se realmente fizesse parte dele. 

Dessa forma, sua atenção é totalmente atraída e há uma desconexão quase total da realidade. 

Quando pensamos neste conceito, uma das primeiras coisas que vem à mente são os jogos de videogame, por haver muitas opções que utilizam técnicas e ferramentas para que o jogador se sinta totalmente imerso, despertando emoções verdadeiras. 

Um ambiente imersivo, fora do universo virtual, pode ser entendido de forma mais ampla, pois o termo também é aplicado para lugares físicos, visando criar um envolvimento profundo. 

Imagine, por exemplo, que você visitou um parque temático que simula com perfeição o ambiente de uma história famosa. Apesar de ser totalmente físico, este lugar também é considerado um ambiente imersivo.

O que são sistemas imersivos? 

Os sistemas imersivos são um conjunto de tecnologias utilizadas para criar um ambiente simulado. 

Por exemplo, em um simulador de aviões para o treinamento de pilotos, o sistema imersivo é responsável por fazer as movimentações da cabine, ativar os alarmes e projetar na tela um ambiente que simule a realidade.

O que é realidade virtual? 

A realidade virtual é aquela que utiliza o meio digital para criar uma experiência que mexe com os sentidos do usuário, fazendo com que ele se conecte de forma imersiva com uma situação. 

É claro que o exemplo mais famoso da aplicação dessa tecnologia são os jogos digitais. Nesse caso, algumas pessoas consideram o uso da palavra “realidade” um pouco controverso, já que se trata de algo que acontece apenas no mundo virtual. 

Mas, de certa forma, as emoções despertadas durante um jogo trazem algum nível de realidade para esta experiência. Para facilitar o entendimento, podemos subdividir este termo segundo o tipo de imersão provocada.

Ambiente não imersivo

São os jogos do tipo clássico, em que toda a dinâmica está limitada à tela do computador. Então, mesmo que o jogador consiga se concentrar totalmente no ambiente simulado à sua frente, ele jamais perde a percepção da realidade ao redor.

Semi-imersiva

Além da tela, são introduzidos outros elementos que tornam a experiência mais real, como cabines, ferramentas e outros. Esta é uma ótima opção para ser usada no sistema educacional e também no treinamento de colaboradores em empresas.

Imersão completa

Dessa vez, a imersão em ambientes digitais ocorre ao retirar da pessoa os elementos que a conectam à realidade. Isso é feito ao utilizar, por exemplo, um óculos de realidade aumentada, que faz com que o jogador veja apenas o cenário do jogo, não importa para onde ele mova a cabeça. 

Também são usadas luvas para controlar outros elementos e fones. A imersão é tão profunda que você com certeza já deve ter visto vídeos de algum pequeno acidente, como um jogador que derrubou algo na casa ao perder a noção do espaço, ou uma pessoa que se desequilibrou e caiu ao passar em um terreno perigoso do jogo, mesmo que ele não existisse no mundo real.

Realidade aumentada

Na realidade aumentada, alguns elementos digitais são inseridos na realidade para que você possa interagir com eles. Um dos exemplos mais famosos é o jogo Pokémon GO, em que é possível usar o smartphone para capturar pokémons que aparecem no mundo real.

O que compõe um ambiente imersivo? 

Um ambiente imersivo é composto por tudo aquilo que ajude o usuário a aumentar sua conexão com determinado ambiente. Quando falamos do mundo virtual, logo vem à mente alguns equipamentos indispensáveis:

  • Óculos e capacete: estes itens têm o objetivo de proporcionar uma visão periférica do mundo virtual. Como dissemos em outro tópico, a pessoa irá visualizar o ambiente virtual mesmo que faça uma volta completa em torno de si mesma;
  • Fones de ouvido com isolamento acústico: os sons são muito importantes para uma experiência realmente imersiva. Então, é necessário um fone de alta qualidade, capazes de isolar os sons externos e intensificar os sons do mundo virtual;
  • Luvas eletrônicas: as luvas eletrônicas permitem que você manipule os objetos digitais de forma similar ao que faria no mundo real. Então, quando pensamos em um jogo, elas são úteis para usar armas, lanternas e até abrir portas.

Como fazer uma live streaming imersiva? 

Para se tornar um streamer de sucesso é preciso que suas lives sejam cada vez mais imersivas, assim você manterá o público atento por mais tempo. Algumas dicas que podem ajudar são:

  • Faça um planejamento: o improviso e até mudanças de planos são comuns durante uma live, mas é importante que você tenha algum planejamento sobre o que faz. Isso reduz as chances de que a live fique caótica e confusa, facilita o trabalho e mantém o público interessado;
  • Escolha equipamentos de qualidade: para manter a imersão do público, seus equipamentos de vídeo e áudio precisam entregar uma alta qualidade. Este é um dos pontos mais importantes de uma boa live;
  • Escolha um local apropriado: o local dependerá do tipo de live que você quer fazer, mas ele deve ser definido na etapa de planejamento, assim é possível criar algo interessante e que case bem com o conteúdo;
  • Não se esqueça da interatividade em ambientes virtuais: seu público ficará mais imerso se houver a possibilidade de interação constante, pois isso torna a experiência mais real e dinâmica;
  • Utilize mais de uma câmera: caso você tenha mais de uma câmera, não hesite em usá-la, pois isso permite que você mostre o ambiente por mais de um ângulo e contribua com a imersão;
  • Ensaie: se o seu tipo de live permitir, faça ensaios com antecedência, assim você estará bem preparado para interagir com o público e exibir um conteúdo imersivo da melhor forma;
  • Valorize os feedbacks: por fim, veja qual é a opinião do seu público. Feedbacks negativos podem trazer ideias positivas do que deve ser melhorado para a próxima live.

Como é a experiência do usuário no ambiente virtual imersivo? 

A experiência do usuário em um ambiente virtual imersivo é marcada pelo estímulo dos sentidos como se tudo fosse real. Um ambiente bem construído pode despertar diversas sensações e realmente eliminar por algum tempo a percepção que a pessoa tem da realidade. 

Estamos vivendo uma época de grandes transformações tecnológicas, então é provável que a realidade virtual ainda será aprimorada e terá muito a nos oferecer. Além disso, esse tipo de tecnologia não é usado apenas nos jogos, pois sua aplicação é extremamente útil em diversos setores da sociedade. 

Agora que você já sabe o que é um ambiente virtual imersivo, que tal começar a fazer suas lives com a ajuda de uma plataforma que traz diversos recursos para melhorar a sua experiência e a do público? 

Faça o seu cadastro na IOXtream e aproveite para criar lives com mais interações com o seu público.


679 visualizações