Twitch ou YouTube: qual o melhor para fazer live streaming?

Por IOXtream 16/08/2023

Muita gente tem vontade de criar conteúdo em live, mas não sabe onde produzir: Twitch ou YouTube? É preciso considerar qual se alinha melhor com seus objetivos e público-alvo, para tomar a decisão certa para o seu sucesso online!

Uma pergunta rápida: quem nunca se viu assistindo a uma live no conforto do sofá? Muita gente, não é mesmo? E, com a explosão das transmissões ao vivo, surge a grande dúvida para quem deseja ser um streamer: Twitch ou YouTube? Qual é a melhor plataforma de transmissão para fazer lives? 

Cada plataforma tem as suas particularidades e vantagens. No mundo dinâmico do live streaming, tanto o Twitch quanto o YouTube oferecem oportunidades interessantes para compartilhar conteúdo. 

Então, vamos explorar as possibilidades dessas plataformas para descobrir qual delas se encaixa melhor no seu estilo de live streaming e conseguir até mesmo monetizar o seu conteúdo. Vamos nessa!

Quais as diferenças entre a Twitch e YouTube?

Se você já teve a sensação de que o mundo todo está assistindo a um jogo incrível ou a uma apresentação ao vivo, no conforto da sua própria casa, provavelmente cruzou com as maravilhas do Twitch e do YouTube. 

Essas plataformas revolucionaram a maneira como compartilhamos experiências, desde jogos eletrônicos até tutoriais de culinária, e oferecem uma dose dupla de entretenimento online. Vamos dar uma olhada mais de perto e conferir as suas principais características:

Twitch

Imagine um universo no qual jogar videogame é um espetáculo digno de estádios lotados. Então, esse é o Twitch! 

Essa plataforma é um paraíso para os amantes de jogos e e-sports. Com milhões de streamers transmitindo as suas sessões de jogos ao vivo, o Twitch é o lugar para ver, aprender e interagir com gamers de todo o planeta. 

Segundo uma pesquisa divulgada em 2022 pela App Annie, o Brasil é o segundo país com mais espectadores no Twitch, com cerca de 16,9 milhões de usuários. A plataforma conta com maneiras próprias de engajamento, como a cultura das "emotes" — aquelas carinhas engraçadas que expressam reações únicas.

YouTube

Agora, viremos a nossa atenção para o YouTube, que não é apenas um repositório de vídeos engraçados de gatos. 

Essa é uma plataforma que abraça a diversidade do conteúdo online. Sem contar que, segundo a Forbes, o Brasil é o terceiro país com mais usuários do YouTube no mundo, cerca de 142 milhões. 

Recentemente, o YouTube tem se esforçado para fortalecer a sua oferta de transmissões ao vivo, permitindo que os criadores compartilhem os seus momentos em tempo real com o público. 

Com o seu alcance maciço e ferramentas de pesquisa poderosas, o YouTube é como um imenso playground de conteúdo, para quem quer se aventurar além dos games.

Twitch ou YouTube: como cada plataforma funciona?

Agora que é perceptível o quanto o YouTube e o Twitch são relevantes, que tal mergulharmos a fundo e entendermos melhor como essas plataformas funcionam e o que cada uma tem a oferecer? Confira abaixo!

Funcionalidades

O Twitch é o rei dos streamers de jogos, oferecendo uma plataforma na qual é fácil transmitir as suas aventuras digitais ao vivo, com recursos como bate-papo ao vivo e emojis. Ele transforma a experiência de assistir a um jogo em um verdadeiro evento social. 

Aliás, outra grande funcionalidade no Twitch que contribui para o seu sucesso é a portabilidade, ou seja, tem como usar a plataforma com diversos dispositivos diferentes. Então, seja do PS3, PS4, PC ou do Xbox, todos permitem o compartilhamento de transmissões. 

Já no YouTube, a variedade é a palavra-chave. Além de transmissões ao vivo, você pode encontrar tutoriais, vlogs, música e até mesmo aulas online. A flexibilidade é enorme, permitindo que você explore diferentes tipos de conteúdo e estilos de transmissão. 

E além de todas essas vantagens, lembre-se de que o YouTube conversa com outras plataformas, como Instagram e Facebook. Ou seja, é mais fácil trazer o público desses outros lugares para assistir ao seu conteúdo, porque provavelmente quase todos já têm o aplicativo da empresa instalado ou uma conta feita.

Visualizações

Ambas as plataformas são campeãs em visualizações, mas de maneiras diferentes. No Twitch, o foco está nas transmissões ao vivo, criando um senso de comunidade imediato. Sem contar que, segundo dados divulgados pela Twitch Tracker, em 2022 foram 1346 bilhões de minutos de conteúdo ao vivo assistidos na plataforma.

No YouTube, você também encontrará transmissões ao vivo, mas os vídeos gravados também têm um grande impacto. Isso significa que as suas criações podem alcançar públicos maiores ao longo do tempo, à medida que mais pessoas descobrem e assistem ao seu conteúdo. 

Ainda, de acordo com a Forbes, chega a cerca de 2 bilhões de usuários ativos mensalmente na plataforma. 

Audiência

O público do Twitch é apaixonado por jogos, o que é perfeito para quem adora compartilhar suas jornadas como gamer. Os espectadores são engajados, prontos para torcer, rir e participar do bate-papo. 

No YouTube, a audiência é vasta e diversificada. Você pode encontrar pessoas interessadas em qualquer assunto, desde maquiagem até marcenaria. Isso significa que, independentemente do seu nicho, há um público ansioso para aprender ou se divertir com você.

Interface

A interface do Twitch é voltada para as transmissões ao vivo, com destaque para os streamers que estão online no momento. Além de produzir conteúdo, é possível explorar canais, seguir streamers favoritos e participar do bate-papo em tempo real. 

O YouTube tem uma abordagem mais ampla, com vídeos e transmissões ao vivo dividindo o mesmo espaço. A vantagem aqui é que, ao criar uma base de vídeos gravados, você também pode atrair espectadores para suas transmissões ao vivo.

Mobile

Você está em movimento? Sem problemas! Ambas as plataformas têm aplicativos móveis que permitem que você assista, interaja e até mesmo transmita diretamente do seu dispositivo. 

Isso significa que você pode compartilhar os seus momentos empolgantes ou aprender algo novo, tudo a partir do seu celular. 

Tanto o Twitch quanto o YouTube têm seus próprios recursos quando se trata de streaming. A escolha entre eles realmente depende do tipo de conteúdo que você quer criar e da audiência interativa que deseja atingir.

Como monetizar nas plataformas?  

Outro ponto importante e de destaque entre ambas as plataformas é a possibilidade de monetizar o canal. Isto é, de conseguir ganhar uma renda com as suas transmissões. 

E, pensando nisso, separamos para você que deseja trabalhar como um streamer algumas dicas de como gerar renda com o seu conteúdo. Confira!

YouTube: 

  • Programa de Parcerias: torne-se um parceiro do YouTube e ative a monetização dos seus vídeos. Isso permite que anúncios sejam exibidos antes, durante ou depois do seu conteúdo;
  • AdSense: vincule sua conta do YouTube ao Google AdSense para receber uma parte da receita gerada pelos anúncios exibidos nos seus vídeos;
  • Super Chat e Super Stickers: durante as transmissões ao vivo, seus fãs podem comprar "Super Chats" ou "Super Stickers", que são mensagens destacadas no chat e stickers animados, respectivamente.
  • Merchandising: venda produtos relacionados ao seu canal, como camisetas, canecas e outros itens personalizados, usando a plataforma Merch Shelf.

Twitch:

  • Inscrições: os espectadores podem se inscrever no seu canal, pagando uma taxa mensal. Isso oferece benefícios exclusivos, como emotes personalizados e acesso a chats exclusivos.
  • Bits: os espectadores podem comprar "bits" para dar suporte durante as transmissões. Os bits são uma forma de microdoações com recompensas visuais.
  • Anúncios e Comerciais: ative anúncios durante a sua transmissão para ganhar uma parte da receita. Além disso, os Parceiros do Twitch podem executar comerciais em seus canais.
  • Subsídio do Twitch: tornando-se um Parceiro ou Afiliado do Twitch, você pode receber uma parte das receitas das assinaturas dos fãs, além de outras vantagens.
  • Venda de Jogos e Itens: se você estiver jogando games que suportam essa funcionalidade, pode ganhar uma comissão ao vender jogos e itens dentro do Twitch.

Mas lembre-se de que, seja no YouTube ou no Twitch, o conteúdo autêntico, a interação com o público e a consistência são essenciais para construir uma comunidade engajada e bem-sucedida.

Leia também: Como funciona o pagamento da Twitch

Qual plataforma de streaming escolher?

Se você chegou até aqui e está de olho nas maravilhas do live streaming, é hora de responder à grande pergunta: Twitch ou YouTube? Vamos te dar uma mãozinha para ajudar nessa difícil escolha!

YouTube

O YouTube é como um buffet gigante de conteúdos. Se você adora variar o seu cardápio e explorar uma gama diversificada de tópicos, este pode ser o seu lugar. Vlogs, tutoriais, música, comédia, você escolhe! Com o seu vasto público, há espaço para qualquer nicho. 

Sem contar que as transmissões ao vivo têm um alcance incrível e, com um bom SEO (palavras-chave e descrições certeiras), os seus vídeos gravados podem continuar rendendo frutos ao longo do tempo.

Twitch

O Twitch é o paraíso dos gamers e da comunidade dos e-sports. Se você é apaixonado por jogos e quer interagir com um público que compartilha essa paixão, este é o lugar certo. 

O ambiente de bate-papo em tempo real e os "emotes" engraçados tornam as transmissões interativas e divertidas. Se você se dedicar, pode criar uma comunidade fiel de seguidores em um espaço onde as transmissões ao vivo são a estrela.

Seja um streamer de sucesso com a IOXtream!

Agora está mais fácil escolher a plataforma de transmissão que você vai se aventurar. Esperamos que as nossas dicas tenham te ajudado a entender as possibilidades que cada uma oferece. 

Você já pode começar se destacando nesse cenário, inovando no modo como o seu público interage com a sua live e com dicas para ampliar seus resultados. 

Tudo isso com a ajuda da IOXtream — o futuro das lives imersivas — que está pronta para te ajudar a ser um grande streamer. Faça o seu cadastro agora e comece sua jornada de sucesso online! 

755 visualizações