Live Commerce: o que é e como fazer uma?

Por IOXtream 24/05/2024

Live commerce combina transmissão ao vivo e e-commerce, permitindo que marcas vendam produtos em tempo real através de vídeos interativos. Os espectadores podem fazer perguntas, obter demonstrações e comprar diretamente durante o evento online, criando uma experiência de compra mais envolvente e impulsionando as vendas.

Para quem pensa em monetizar seu conteúdo na internet, poucas coisas são tão eficientes quanto o live commerce e a interatividade que ele proporciona para as marcas e suas audiências. 

Os motivos são vários, mas a verdade é que esse modelo de vendas online, criado em 2016 na China, é um dos mais eficientes para diferentes tipos de segmentos e indústrias. É a oportunidade de apresentar seus produtos e conseguir se conectar com sua audiência de maneira orgânica. 

O que acha, então, de entender como essa opção funciona e como pode ser implementada para vender mais online? Continue a leitura e confira!

O que é live commerce?

A live commerce, também chamado de live shop, é um tipo de transmissão de vídeo ao vivo para apresentação e venda de produtos em um evento interativo, onde os consumidores podem curtir, comentar e compartilhar o conteúdo.

Como funciona a live commerce?

Nesse tipo evento online, o apresentador fala sobre as características e vantagens de um produto para convencer o cliente em tempo real. 

Esta estratégia difere das vendas tradicionais na internet por contar com o fator humano. Já que em um site, por exemplo, os produtos estão expostos para o consumidor fazer sua escolha, mas sem ser influenciado por um vendedor. 

Ela se difere até mesmo das propagandas veiculadas na TV, pois, apesar de oferecer o fator humano, os anúncios da televisão não contam com interatividade.

Qual a importância da live commerce?

A maior importância está na criação de uma interação direta entre marcas e consumidores. É uma estratégia que resolve um dos únicos pontos negativos das lojas virtuais: a distância entre as duas partes, sendo solucionado com o engajamento no evento online focado em vendas. 

Afinal, por mais que a qualidade das fotos seja cada vez melhor, é mais interessante visualizar uma peça no corpo de alguém, acompanhando os movimentos e mais detalhes, não é mesmo? Uma loja de roupas, então, pode fazer para apresentar a nova coleção e transmitir uma perspectiva completa daquele item. 

E por falar em engajamento, outro fator importante aqui é justamente a possibilidade de tirar dúvidas. No e-commerce, dificilmente o consumidor entrará em contato no meio de sua compra para fazer uma pergunta, já que a resposta nem sempre chega tão rápido, um problema resolvido pela live commerce.

Por que investir em uma live commerce?


Essa é uma excelente forma de aumentar o engajamento da marca e gerar interesse nos produtos. Se está considerando fazer este tipo de transmissão, separamos alguns motivos para investir nessa estratégia.

Permite apresentar o produto em detalhes

Quando uma pessoa busca por algum produto em uma página na internet, mesmo que haja vídeos, fotos e descrições, ela ainda pode ficar com alguma dúvida. Mas em uma live, é possível fazer uma apresentação completa, exibindo o produto de vários ângulos e mostrando todos os detalhes. 

O apresentador ainda pode colocar o produto em funcionamento e responder às perguntas e comentários do público para tornar a apresentação mais completa.

Melhora a experiência

O consumidor terá a experiência oferecida em uma loja física, mas no ambiente online. Então, sem sair de casa, ele consegue visualizar o produto e entender se ele oferece as características que procura. 

É uma oportunidade para criar promoções

Há algumas datas do ano em que as vendas aumentam consideravelmente, como Dia das Crianças, Dia das Mães, Páscoa e Black Friday. Então, a empresa que decide oferecer promoções e realizar uma transmissão nestes momentos, tem grandes chances de aumentar as vendas.

Aumenta o engajamento do cliente

Outro ponto importante é que ele ajuda a melhorar o engajamento com o cliente. Afinal, são essas interações em tempo real que vão criar uma conexão com a audiência, falando de assuntos relevantes de igual para igual, tirando qualquer tipo de distanciamento.

Facilita a construção de confiança

Pense em uma marca que está chegando no Brasil. Por mais que os preços sejam competitivos, muitos consumidores vão ter um pé atrás com essa empresa por nunca terem comprado come ela, certo? A live commerce elimina essa barreira, dando um rosto para a sua empresa e criando essa conexão orgânica imediata.

Veja também:Gamificação para eventos: como transformar a experiência dos usuários nos seus eventos

Como fazer uma live commerce?


Embora o conceito seja fácil de entender, para obter os resultados esperados é fundamental que você siga um passo a passo cuidadoso.

1. Desenvolva um planejamento

Tudo começa com um planejamento inicial. Pense em todos os passos necessários até a execução: isso inclui pessoas envolvidas, orçamento, equipamentos indispensáveis, divulgação e definição de tema e horário.

2. Conheça o público

Essa ação não terá nenhum valor se você não conseguir atingir as pessoas certas, que realmente tem interesse nos produtos que você quer vender. Por isso, é fundamental realizar uma análise completa, considerando o melhor horário para promover o conteúdo, os hábitos de compra do seu público e formas de interatividade. 

3. Tenha um apresentador

O apresentador é uma peça chave para o sucesso. É importante que ele seja carismático, tenha uma boa didática, saiba interagir com o público e conheça técnicas de venda.

Muitas marcas investem em influenciadores famosos para fazer este trabalho, o que costuma melhorar os resultados, já que as pessoas se sentem mais propensas a comprar quando o produto é indicado por uma personalidade que eles conhecem e confiam. Mas isso não é obrigatório.

4. Defina produtos e promoções

E preciso focar em alguns produtos, então escolha com cuidado. Você pode optar, por exemplo, por aqueles que são os mais vendidos. Além disso, é nesta fase que as promoções são definidas.

Ofereça boas condições para o seu público, mas sem prejudicar a lucratividade da empresa.

5. Elabore um roteiro

Essas transmissões devem ser dinâmicas e estar abertas para improvisos. Mesmo assim, elaborar um roteiro ajuda a guiar a apresentação e a evitar que o ambiente fique desorganizado e os consumidores se dispersem.

6. Escolha uma plataforma

Uma boa plataforma, que oferece diversos recursos, é indispensável para uma transmissão de sucesso. A plataforma deve ter opções de interação e ajudar no impulsionamento das vendas. 

Considere também incluir uma rede de engajamento peer-to-peer para deixar tudo mais interativo. Com essa opção, o usuário pode participar da transmissão e interagir de forma dinâmica. 

É possível fazer as luzes LED piscarem, soltar bolhas ao redor do criador e até mudar a cor de uma lâmpada. Essa opção torna o conteúdo interativo, incentivando a participação do público. 

O apresentador também poderá aumentar o engajamento ao acionar máquinas de confete, exibir QR codes e cupons interativos e até iluminar o ambiente para criar uma conexão emocional.

7. Preparação dos equipamentos

Equipamentos de boa qualidade ajudam na transmissão. O som e a imagem devem ser excelentes, para manter o público focado e interessado. Então, prepare câmeras, microfones, monitores e outros equipamentos fundamentais.

8. Crie um cenário

Existem muitas opções de cenário dependendo do tipo de live que você quer fazer. É possível apostar em algo mais minimalista, utilizando os próprios elementos do ambiente, ou personalizar o espaço completamente por meio de papéis de parede, enfeites, estantes e outros.

9. Promoção e divulgação

Além de pensar em tudo o que acontecerá durante a transmissão, é importante ter uma audiência. Por isso, com antecedência, promova o conteúdo em diferentes canais, principalmente nas redes sociais. O objetivo é criar essa sensação de expectativa e ampliar o público. 

Você pode criar teasers e posts para gerar expectativa, além de informar a data e a hora do evento, por exemplo. Utilizar a contagem regressiva e lembretes para aumentar a participação também funciona e, em alguns casos, até mesmo enviar e-mails pode ajudar a convocar esses consumidores em potencial.

10. Interação e análise

O conteúdo foi ao ar e você acha que está tudo resolvido? Não! O grande diferencial de um conteúdo ao vivo é poder usar os dados gerados e transformá-los em estratégias para melhorar os resultados. Percebeu que um tipo de quiz está funcionando melhor? Aposte nele para aumentar a interatividade. 

Mas, além das mudanças no roteiro, os dados precisam fazer parte da análise em seguida, para acompanhar, por exemplo, o número de visualizações, a taxa de conversão e o feedback dos participantes. No final, os dados vão direcionar seus esforços e próximos passos.

Exemplos de lives commerces de sucessos

Americanas

A Americanas realizou uma transmissão com foco em produtos de beleza. Nela, convidou a designer de moda e influencer Camila Coutinho, que apresentou e testou vários itens de maquiagem, deu dicas de como usar e ainda lançou promoções;

Samsung

A gigante da tecnologia realizou uma live shop onde convidou a Youtuber e blogueira Luiza Parente e o apresentador Américo Fazio. Eles falaram sobre diversas novidades, incluindo TVs e smartphones. Um tipo de interatividade usada foi um QR Code, que ficou disponível apenas durante o evento online e direcionava o consumidor para descontos exclusivos.

Shopee

A Shopee possui uma área de lives em seu app, na qual diversos eventos são realizados, abrangendo muitas marcas e produtos. É uma excelente oportunidade para o cliente conhecer melhor algumas opções e ter acesso a descontos.

Nordstrom

Indo para o exterior, a Nordstrom, empresa norte-americana focada no varejo de moda, lançou um canal exclusivo para suas transmissões ao vivo. Com uma programação específica para cada novo lançamento ou segmento, os conteúdos de moda e tendências de beleza criam uma conexão com a audiência.

Walmart

Por falar em varejo, a rede Walmart fez uma parceria com o TikTok para lançar sua marca nesse tipo de estratégia e os resultados foram ótimos: as transmissões de moda na rede social garantiram uma audiência sete vez maior do que o esperado e a sua base de seguidores cresceu. 

Kiehl’s

A empresa de cuidados com a pele utilizou essa estratégia durante o Ramadã, focando nas famílias se reencontrando no feriado. Aproveitando que todos estavam em casa, criou conteúdos focados em dicas práticas de beleza e cuidado para o dia a dia, com conexão entre as famílias — e a própria marca, é claro.

Quais os tipos de live commerce?


Essa é uma opção muito versátil, então é possível criar transmissões de diversos tipos, sempre focando em aproximar de alguma forma o público e os seus produtos.

  • Unboxing de produtos: tirar produtos da caixa é algo que gera muita curiosidade no telespectador. Depois, o apresentador pode falar sobre suas características e qualidades;
  • Apresentação de vários produtos: apresente em uma única transmissão diversos produtos da sua loja, oferecendo descontos e tente convencer o consumidor a adquiri-los;
  • Apresente um produto: apresente um único produto de forma completa. Isso é muito útil sobretudo ao se tratar de um lançamento;
  • Tutoriais: no tipo tutorial, você deve ensinar em detalhes como usar um produto. Este tipo de demonstração pode incentivar a compra, já que o consumidor pode descobrir que o item em questão realiza uma função da qual ele precisa;
  • Apresente a marca: ao invés de focar em certos produtos, fale do negócio de forma geral.

O que fazer em uma live commerce?

Esses eventos online precisam ser interessantes e interativos. Então, enquanto apresenta os produtos, é possível promover diversos momentos manter a atenção do público:

  • Converse diretamente com as pessoas: lembre-se de que a interação é um fator primordial, então leia os comentários, chame o usuário pelo nome e crie uma aproximação;
  • Faça jogos: as pessoas adoram jogos, então desenvolva brincadeiras e gincanas. Algumas podem valer prêmios como, por exemplo, um desconto para o primeiro que acertar determinada característica do produto;
  • Realizar uma entrevista: é uma boa ideia entrevistar alguém que seja referência no seu ramo de atuação;
  • Bater papo: não se prenda totalmente à venda do produto. Em algum momento, para descontrair, você pode conversar brevemente sobre um assunto aleatório que interesse ao público. Isso evita que fique cansativa e previsível.

Tendências de live commerce no Brasil

Para se diferenciar, é importante adotar estratégias e ferramentas específicas, que estimulem a conexão, como algumas marcas estão fazendo no Brasil.

Interatividade e engajamento

Tudo começa com o básico: não só fazer uma transmissão, mas engajar e criar interação. Na hora de fazer o conteúdo, é importante pensar em como as dinâmicas vão funcionar exatamente e o que é esperado dos usuários que estão acompanhando, como quizzes, enquetes ou até sorteios.

Empresas como a Magazine Luiza fazem isso muito bem, oferecendo descontos e ofertas especiais para quem deixar a sua resposta e interagir com o conteúdo ao vivo. Afinal, sem essas dinâmicas, vira o que se espera de um vídeo gravado, perdendo todo o poder da interatividade.

Parcerias com influenciadores

Quando se pensa em tornar a comunicação mais natural e orgânica, utilizar os influenciadores é uma tática para aproximar a sua marca da audiência. A ideia aqui é encontrar profissionais que tenham abertura com o público-alvo e, a partir disso, criar as ações. 

Essa estratégia funciona tão bem até hoje, que empresas grandes, como a Renner, continuam apostando em influenciadores desse nicho para participarem. Se um usuário segue aquele influencer, a chance de fazer uma compra com a “aprovação” dele aumenta.

Uso de tecnologia 

É preciso pensar nas ferramentas que vão ser usadas, como soluções de interatividade. O objetivo é criar uma experiência única para quem está participando, com a chance de simular possíveis combinações de peças ou integrar móveis em um ambiente específico.

Já imaginou se uma empresa de cosméticos criasse um simulador para os clientes conseguirem visualizar o uso de maquiagens e batons antes de fazerem uma compra? É o mais perto de visitar uma loja física e experimentar cada produto antes de finalizar a compra.

Personalização e recomendação de produtos

Outra estratégia importante é a personalização: com a ajuda de algoritmos de inteligência artificial, as marcas podem recomendar produtos personalizados com base no comportamento e nas preferências do consumidor.

Durante o evento online, é possível usar dados de visualização e interação para sugerir produtos que atendam melhor às necessidades individuais dos espectadores. Por exemplo, um e-commerce de eletrônicos poderia recomendar acessórios complementares aos produtos que estão sendo anunciados.

Veja mais: O que é ExperienceTech, como funciona e quais são os benefícios?

Quais as vantagens da live commerce para os negócios?

A live commerce é uma tendência e já estão sendo usadas por marcas de todos os portes. Fatores como a criação de urgência, feedback em tempo real, construção de confiança, acesso a um público amplo, retenção de clientes e interatividade, tornam essa estratégia um diferencial para os negócios. 

Segundo o relatório da Mimo, as categorias de moda, produtos de beleza e alimentos, eletrônicos, itens para casa e decoração são as que mais chamam a atenção do público. Além disso, segundo a análise da Insider Intelligence, as lives shop devem atingir um valor aproximado de US$ 184,27 bilhões em escala mundial até o ano de 2027.

Outro ponto é a chance de rejuvenescer a sua audiência. Seja uma empresa tradicional ou um negócio que quer alcançar esse público mais jovem, essa estratégia se encaixa exatamente no perfil de consumo da internet, abrindo as portas para novas gerações.

Mas para ter resultados com suas lives commerce, é importante contar com recursos que estimulem o engajamento e diferenciem a sua marca da concorrência. E uma dica é contar com as soluções da LiveX: além de soluções gamificadas, você pode personalizar as suas interações para criar uma conexão ainda maior durante as transmissões!

190 visualizações